Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/932
Tipo de Documento: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Uma abordagem econômica para a segregação urbana
Autor(es): Carvalho, Pedro Campos
Banca examinadora: Sandoval Júnior, Leonidas
Azevedo, Paulo Furquim de
Orientador(es): Moita, Rodrigo Menon Simões
Data da publicação: 2015
Palavras-chave no idioma original: Centro urbano
Moradia
Programação
Utilidade
Resumo no idioma original: O presente trabalho consiste na construção de um modelo que ajude a compreender como indivíduos pertencentes a diferentes classes sociais se dispersam em torno da cidade onde vivem. Através do uso de ferramentas computacionais e da identificação das variáveis que influenciam a decisão de moradia de cada tipo de indivíduo – como vizinhança, distância para o centro da cidade e custo de transporte – espera-se entender a dinâmica da formação do equilíbrio bem como o estudo de sua eficiência para a sociedade como um todo. Como resultado, é esperado que seja possível observar uma disposição urbana formada por ilhas de indivíduos morando próximos a seus semelhantes a fim de minimizar a externalidade negativa da presença de um indivíduo de outra classe naquilo que define como sua vizinhança. Vale notar que o fato de um indivíduo estabelecer externalidade (positiva ou negativa) sobre outros faz com que o resultado de equilíbrio não seja, necessariamente, um ótimo social.
Idioma principal: Português
Licença de uso: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Aparece nas coleções:Graduação em Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pedro Carvalho_Trabalho.pdfTEXTO COMPLETO2.39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Pedro Campos Carvalho_AutorizaçãoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO517.49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.